Ricos de Amor | sobre o novo filme brasileiro da Netflix

Ricos de Amor | Crítica sobre o novo filme brasileiro da Netflix

897 0

A Netflix acaba de lançar seu novo filme brasileiro. A saber, trata-se de Ricos de Amor, filme estrelado por Danilo Mesquita e Giovanna Lancellotti. Além disso, a obra conta com Ernani Moraes, Fernanda Paes Leme, Lellê, entre outros. Sob direção de Bruno Garotti, a história é um grande emaranhado de mais do mesmo mostrando a saga de Teto, um playboy que muda de vida. Certamente, o Kolmeia jamais entraria na velha dança preconceituosa de menosprezar o cinema nacional que é riquíssimo. Entretanto, Ricos de Amor não tem como defender.

Ricos de Amor | sobre o novo filme brasileiro da Netflix

O problema de Ricos de Amor já começa na sinopse

Bem resumidamente, a produção da Netflix narra a história de um playboy irresponsável que se apaixona perdidamente por uma mulher que só viu uma vez na vida e decide mudar por ela depois que ela o trata bem, mesmo achando que ele é pobre. Esse roteiro, não só é raso como uma poça d’água, mas também ressalta estereótipos totalmente ultrapassados. Além disso, o filme basicamente se propõe a mostrar o quão difícil é a vida do rico. Afinal, as pessoas lidam com ele por interesse. Pra completar, ainda vem implícita a ideia do empreendedorismo no DNA (essa expressão não apenas é citada, como é provada pela vitória de Teto). Aquela velha máxima de que os ricos são ricos por dom. Por mais que se deva analisar o filme por si só, é inevitável pensar na falta de profundidade dele em relação a outros da Netflix.

Ponto positivo para a ambientação de Ricos de Amor

Teto, é herdeiro do Império do tomate em Paty do Alferes. A cidade, no interior do estado do Rio de Janeiro em que Ricos de amor se passa é conhecida pela relevância na produção da fruta, tendo, inclusive, uma festa para celebrar a colheita. É positivo o fato de o filme mostrar nuances e contrastes do Rio de Janeiro. Desde a cidadezinha, até as comunidades do Rio, passando pela Zona Sul da Capital são retratadas. Tudo isso regado ao som de Alok, além do sertanejo e do Funk.

Outro ponto interessante foi mostrar o quarto do zelador nos fundos dos hotel de luxo. Havia um grande contraste entre o flat de Teodoro (chamado de quebra-galho) e o quartinho insalubre e caindo aos pedaços. Entretanto, a cena acabou passando batida e sendo sufocada pela noite de amor do casal. Inclusive, qual foi o destino do zelador que sequer foi abordado? Depois que tudo se normalizou, provavelmente voltou para o quartinho mofado, que serviu apenas como mais um choque de realidade pro mocinho. Foi muito mais para mostrar que o casal guerreiro é capaz de passar uma noite ali, do que, de fato, resolver o problema do zelador.

“A garota certa transforma o cara errado”.

De fato, o pontapé inicial para Teto rever suas atitudes foi uma briga com Igor. Ele queria provar pra seu amigo de infância que era capaz de conquistar coisas sem sua credencial de príncipe do tomate. Entretanto, ele facilmente desistiria se não tivesse conhecido Paula, a primeira mulher que o tratou bem depois da sua farsa. Foi ela que o desafiou, que não se entregou de mão beijada. Pressupõe-se que todas as que ficaram com ele antes eram fáceis e interesseiras. Por isso não foram capazes de mudar o pobrezinho. Aquela velha máxima de que ele só estava errado enquanto não achava a garota certa.

Sem dúvidas, Paula é uma mulher determinada, com caráter e senso de justiça! Porém, milhares de mulheres igualmente incríveis sofrem nas mãos de machistas em relacionamentos abusivos. Portanto, não é interessante às mulheres essa narrativa do playboy irresponsável que muda por amor. Inclusive, para entrar na festa em que Paula estava, Teto mais uma vez contou com seu estereótipo. Branco, com um terno de dez mil reais facilmente ingressou no Theatro Municipal mesmo sem convite. Mas, como foi por amor, tudo bem.

A narrativa do playboy arrependido

Também não é interessante para ninguém a ideia de que um homem adulto tratado como adolescente, infringindo leis e dando carteirada, seja apenas um cara imaturo, que no fundo tem bom coração! Primeiro porque se trata de um enredo bem batido. Segundo porque são inúmeros os casos assim que terminam com morte e impunidade. Já em uma das primeiras cenas, Teto faz ultrapassagens perigosas acima do limite de velocidade e fica por isso mesmo. Acaba por parecer que não é tão grave assim, apenas imaturidade do cara adulto que apenas não encontrou a pessoa certa.

Confira a opinião do Kolmeia sobre Ricos de Amor, o mais recente filme brasileiro para a Netflix que conta a história de Teto, o playboy redimido!
Teto e Igor

Como o assédio é mostrado em Ricos de amor

Certamente, um filme não tem o dever de corrigir as mazelas sociais. Pode ser apenas um besteirol, um entretenimento. Entretanto, quando a narrativa se propõe a abordar temas complexos, mesmo que não haja profundidade, é necessário haver coerência. O filme não mostra um caso de assédio, mas 2. Um é mostrado como um incômodo, enquanto o outro é mostrado de forma divertida e termina em casamento.

O Doutor Vitor claramente se vale da sua posição de superioridade hierárquica para assediar Paula. Ele, inclusive, trata a vaga na residência médica como moeda de troca. Mas o filme minimiza isso e mostra o cara como chato, inconveniente e sem noção. Faltou apenas a parte de dizer que assédio moral e sexual são crimes e não mera chatice!

Na outra ponta da história, Alana assedia Igor, a quem havia chamado de molequinho. Ela por inúmeras vezes se insinua para o filho do caseiro da Fazenda Trancoso pensando se tratar do Herdeiro do Império do Tomate. Claro que o fator consentimento é o grande diferencial da história, mas vale lembrar que Igor ainda estava em idade de vestibular. Embora o filme não deixe claro quantos anos ele tinha, também havia entre os dois uma relação profissional de hierarquia. Esse caso, assim como o outro, também foi minimizado quando Alana decide continuar com Igor mesmo depois de saber que ele é pobre.

Fator Monique

Monique, sem dúvidas, é um dos personagens mais envolventes de Ricos de Amor. Ela consegue nos fazer prestar atenção na trama chata, mesmo sem estar envolvida em um romance. Ela é organizada, visionária e competente. Com esforço chegou a um cargo alto na empresa. Porém foi demitida afim de liberar a vaga para o filho do patrão que era completamente desinteressado no assunto.

Aí surge o problema: o pai de Teto não chega a ser mostrado como alguém insensível pela demissão de uma jovem com a irmã doente, não há cobrança ou julgamento moral. A empresa é dele, ele faz o que quiser e nem tava tão errado. Afinal, Teto realmente ganhou a vaga. Não há um aprofundamento no assunto e, portanto, mais um assunto importante é passado de forma superficial na trama da Netflix.

Ricos de Amor | sobre o novo filme brasileiro da Netflix

Conclusão

O filme é ruim, Dona Netflix! O elenco é super legal, as propagandas são muito boas. Porém Ricos de Amor não convenceu!

Hey, abelhudo! É muito importante para a gente saber sua opinião! Tem mais filmes ou séries da Netflix ou outras plataformas que você gostaria de ver? Deixa aqui nos comentários! Já espero nosso próximo encontro!

Related Post

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *