CBLoL | A Riot Games anuncia os 10 times que participarão das franquias

CBLoL | A Riot Games anuncia os 10 times que participarão das franquias

705 0
A franquia de LoL de 2021, com seus 10 times já anunciados pela Riot Games
Fonte: Riot Games

Desde junho, a empresa Riot Games anunciava que iria aplicar no Brasil o sistema de franquias em 2021. Neste contexto, a Riot convidou os times participantes tanto do CBLoL quanto do Circuito Desafiante para enviarem suas candidaturas, assim como permitiu a candidatura de novos times. A partir disso, ela selecionaria quais os times que se manteriam no cenário competitivo de LoL. No início do mês de outubro, a Riot Games anuncia os 10 times que participarão das franquias. Mas o que isso significa para o cenário competitivo? Como funcionaria o novo sistema? E quanto aos times que não foram aprovados? Confira.

COMO FUNCIONAM AS FRANQUIAS?

O novo sistema de franquias é um método de gerenciamento do cenário competitivo que a Riot vem implementando em alguns países e agora no Brasil. Neste novo sistema, os times selecionados pela Riot serão parceiros na formulação de uma Liga com a Riot e terão influência e responsabilidades na organização do campeonato. Os times participantes terão então uma obrigação conjunta de organizarem o melhor evento possível de LoL Esports.

Com isso, os times que tivessem a intenção de participar da franquia teriam que apresentar um dossiê completo sobre a organização com os planos de desenvolvimento esportivo, de gestão, financeiro, etc. Uma vez recebidos os dossiês, a Riot selecionaria os melhores times para participar da franquia e, posteriormente, assinar um contrato com cada organização aprovada. Tais times terão como obrigação manter titulares e jogadores no sistema de Academy (titulares jogam o CBLoL e o time de Academy joga em campeonatos logo abaixo das equipes de Elite) e, com isso, o Circuito Desafiante acaba sendo extinto para dar lugar ao campeonato de Academy.

É importante esclarecer que, embora 10 times tenham sido aprovados, muitos ficaram de fora da franquia e, consequentemente, do cenário competitivo de LoL no Brasil. Contudo, em tempos futuros, os times poderão enviar novamente suas candidaturas para a Riot quando ocorrer uma nova chamada. Nesta lógica, a tendência do cenário competitivo é apenas aumentar, abrindo maiores oportunidades para diversos talentos começarem a aparecer no cenário, tornando-o ainda mais competitivo. Sendo assim, vamos conferir quais foram os 10 times aprovados.

OS TRADICIONAIS DO CENÁRIO DE CBLOL NAS FRANQUIAS

Era muito esperado que alguns times tradicionais se mantivessem no sistema de franquias não apenas pelo tempo de participação no campeonato, mas pela estrutura e compromisso com o cenário que possuem. Dentre os times, os mais conhecidos que se mantiveram foram INTZ, paiN Gaming, Fúria, Flamengo Esports, KaBuM e Red Canids. Tanto INTZ quanto paiN já se esperava bastante que se mantivessem na franquia por movimentarem muita torcida e, ainda por cima, serem uma das melhores organizações do CBLoL pela sua gestão duradoura e sólida. Contudo, o Flamengo é relativamente mais novo que estes nomes e, apesar de um ano não tão bom, conseguiu se manter nas franquias.

Fonte: TechTudo

Quanto a outras organizações, times como a Fúria podem não ter tido muita influência no cenário competitivo de LoL esse ano, mas fatores como comercial e o sucesso em outros cenários podem ter influenciado a sua aprovação. Com isso, muitos dos nomes que já conhecíamos dos splits deste ano se mantiveram no cenário. Entretanto, é importante comentar que, apesar dos mesmos, é bem provável que o sistema de Academy mude bastante a identidade destes times. Vamos aguardar para ver.

AS NOVIDADES DA FRANQUIA

Mesmo com muitos times tradicionais para serem selecionados, a franquia abriu muito espaço para coisas novas. A primeira novidade foi a entrada do Cruzeiro, mesmo sem possuírem histórico algum dentro do LoL, o que é realmente impressionante. Um outro caso interessante foi a primeira fusão relatada dentre as organizações, que foi a fusão entre a Falkol (time forte no Circuito Desafiante) e a PRG (organização bem reconhecida no cenário devido a sua divulgação). Ambos os times possuem muito a oferecer dentro da Liga e juntos podem criar um espaço incrível para jogadores crescerem na carreira.

Outro integrante que foi muito bem vindo dentro do sistema de franquias foi a Rensga. O time chegou na final do 2º split do Circuito Desafiante contra a Red Canids depois de seguir algum tempo apagada no cenário competitivo. A proposta do time, que é originário de Goiás, tem a intenção de estabelecer fortemente a prática dos esports no Centro-Oeste do Brasil, trazendo toda a pegada cultural na bagagem como identidade. Por fim, os anúncios mais interessantes é, de fato, a participação da LOUDa. A organização possui um grande destaque nas mídias sociais e como equipe de FreeFire, sendo reconhecida internacionalmente. Assim como o Cruzeiro, a LOUD não possuía nenhum histórico no cenário, mas seu ótimo trabalho de mídia e sua participação forte em outros esports a torna ótima para participar da franquia.

NEM TUDO SÃO ROSAS

Para finalizar, infelizmente tivemos muitos times deixados de fora do cenário competitivo de League of Legends. Dentre eles, os que mais surpreenderam em ficar de fora foi Santos, Vivo Keyd e Team oNe. Todos estes times eram muito fortes no cenário e vinham de boas campanhas no CBLoL e no Circuito Desafiante, contudo não foram convidadas a participar da franquia. Muito se especula quais as razões para a Riot Games deixar estes times de fora, uma vez que os requisitos para recusa não foram comentados. Contudo, algumas notícias relacionadas a problemas financeiros internos da equipe acabam por gerar especulação acerca disso. O que podemos afirmar é que, infelizmente, não veremos estes times tão cedo disputando o CBLoL nos próximos anos.

Com isto, as organizações, agora parceiras da Riot Games, entram em fase de regularização dos contratos e devem ter tudo organizado até novembro. Ainda é possível que a lista mude, uma vez que não assinar o contrato fará a Riot chamar outra equipe já avaliada no lugar. O sistema entrará em vigor no próximo ano e nós do Kolmeia estaremos ansiosos para assistir o melhor do LoL Esport com o novo sistema em funcionamento.

Leia também: Ms. Marvel | Conheçam a heroína da nova série da Marvel

Related Post

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *