WHAT IF… | A MORTE DOS VINGADORES

O novo episódio de “What If…” mostrou que realmente todo mundo no universo Marvel pode morrer. Da mesma forma, todo mundo pode reviver. O episódio, dessa vez, vem estrelado por Nick Fury e Natasha Romanoff, a Viúva Negra. E a responsa dessa vez é salvar os próprios Vingadores.

O terceiro capítulo traz uma trama um tanto quanto corajosa. Afinal, explora uma realidade na qual Nick Fury não consegue juntar os Vingadores. Isso porque todos morrem antes mesmo de se reunirem. 

E essa escolha narrativa demonstrou que o seriado consegue ser inovador, ao mesmo tempo ser de extrema importância para os próximos filmes, pois poderemos ver a volta de antigos personagens em papéis diferentes. 

Ao longo do texto, exploraremos os principais assuntos do episódio e com certeza terá spoilers.

Texto escrito por Juan Servo (@buteconerdfj)

PROTAGONISMO

Viúva Negra e Nick Fury tentam salvar os Vingadores de uma série de assassinatos no terceiro episódio da série da Marvel "What If...". Confira!

Quando pensamos em uma história sobre os vingadores, uma das coisas que vem à nossa mente é a imagem de Capitão América e o Homem de Ferro, ou até mesmo uma batalha épica entre todos os heróis, mostrando o protagonismo de personagens muito bem estabelecidos. 

Contudo, nessa nova realidade, os protagonistas são Nick Fury e Natasha Romanoff. Ambos tentam descobrir quem está matando as figuras por trás da Iniciativa Vingadores e o motivo desses assassinatos. 

Voltamos a ver a queridíssima Viúva Negra em uma versão mais sombria. Se prestarmos bastante atenção, essa nova espiã tem uma postura bem firme e “profissional”. Além disso, é a peça fundamental para descobrir o assassino e o motivo desse massacre. 

Por outro lado, acompanhamos o comandante da SHIELD em sua missão de recrutamento e lidando com a invasão de Loki, que descobre que seu irmão Thor foi assassinado na terra e invade o planeta com o exército asgardiano. 

HISTÓRIA MISTERIOSA

Viúva Negra e Nick Fury tentam salvar os Vingadores de uma série de assassinatos no terceiro episódio da série “What If…”. Confira!

O ponto alto do episódio com certeza é o mistério por trás da morte dos vingadores, já que, além de serem surpreendentes e impactantes, somos movidos a pergunta: Quem é o responsável?

Esse ambiente misterioso funciona muito bem com a Natasha Romanoff, que consegue entregar um lado investigativo totalmente voltado à espionagem, pois ela é quem transita entre a morte de alguns heróis, foge dos soldados da SHIELD e faz toda essa busca por informações que levam a conclusão do episódio. 

Muitas vezes me senti em um thriller policial, onde a dupla policial precisa encontrar logo o psicopata que está à solta – e era esse sentimento de suspense, foco investigativo que precisávamos no filme solo da Viúva Negra. 

O plot-twist não é nada previsível, e funciona muito bem na linha narrativa de “What If…”, além de apresentar um antigo vilão dos quadrinhos. 

VILÕES

Viúva Negra e Nick Fury tentam salvar os Vingadores de uma série de assassinatos no terceiro episódio da série “What If…”. Confira!

No final das contas, Hank Pym era o homem por trás dos assassinatos, ele estava usando sua tecnologia de encolhimento para isolar, prender e matar os vingadores, pois assim, Fury não conseguiria realizar seu grande sonho, a iniciativa dos vingadores. 

Mas qual o contexto para o bom velhinho fazer isso? Simples, a SHIELD como uma corporação que visa bons resultados e não se importa muito com seus agentes, enviou Hope – filha do Hank Pym – para uma missão na qual ela não sai viva. Vale reforçar que Pym não é o homem formiga, mas sim o jaqueta amarela, vilão clássico das histórias do homem formiga, mesmo que eles não tenham dito, a roupa e armas do vilão são iguais às do quadrinho e filme. 

Além disso, contamos com a vitória do Loki. O príncipe e herdeiro do trono de Asgard não se contenta com a captura do assassino de seu irmão. O Deus da trapaça no final, resolve se instalar na terra e dominar a raça humana, se tornando assim, o Loki que “deu certo”.

Conclusão

Para concluir, a impressão que o episódio deixa é que por mais que a Marvel venda a série como capítulos únicos e sem continuação, conseguimos ver muitas situações que se encaixam, como por exemplo: Nos trailer vimos a nova formação dos vingadores, tendo T’Challa como senhor das estrelas, Gamora usando a arma de Thanos e afins… Mas essa formação casa com o episódio de Chadwick Boseman e também com o final desse episódio onde Nick Fury não desiste da iniciativa vingadores e vai na busca de recrutar novos heróis. 

Mas digam, estão ansiosos pelos novos episódios da série?  

Leia também: WHAT IF… | T’CHALLA PERTENCE A QUALQUER MUNDO

More Stories
Vivo inicia as vendas do Samsung Galaxy A52 5G com fones de ouvido Buds + de brinde